Atentado Terrorista em Oslo e a quebra do clichê “terrorista”

Desde o momento em que foram noticiadas a explosao em Oslo e o tiroteio em Utoya, imediatamente as pessoas comecaram a responsabilizar os islamicos/muculmanos, dizendo toda a sorte de barbaridades.

E hoje foi noticiado que o matador eh um… noruegues loiro, olhos azuis, conservador, nacionalista e cristao. Isso mesmo, um filho da mae Noruega.

Opa! E agora? Nao foi a turma islamica quem fez isso?

Entao, antes que o pessoal jah caia matando, vamos fazer uam breve retrospectiva de 5 eventos que PASME, nao foram praticados por seguidores de Alah e sim por homens brancos cristaos nacionalistas conservadores de extrema-direita:

Estado Unidos, Oklahoma City, abril de 1995, explosao de carro-bomba q matou 168 pessoas e feriu mais de 600 pessoas. Dentre as vitimas fatais, criancas que estavam na creche localizada no terreo do predio onde houve a explosao. Esse ataque  foi executado pelo americano Timothy McVeigh;

Alemanha, Munique, setembro de 1980:  a explosao de bomba na Oktoberfest deixou 16 mortos e mais de 200 feridos. Esse ataque foi perpetrado jovem alemao Gundolf Köhler, membro de grupo de extrema direita e de grupo neo-nazista.a

Estados Unidos, Arizona, janeiro de 2011: o estadunidense Jared Lee Loughner promoveu o tiroteio nas proximidades de Tucson, Arizona, que teve 20 feridos e 6 vitimas fatais. Esse ataque deixou gravemente ferida a congressista americana Gabrielle Giffords, que era o principal alvo dos ataques do atirador,

Estados Unidos, Colorado, abril de 1999: o Instituto Columbine, uma prestigiado centro educacional, foi alvo dos tiroteio deflagrado pelos estudantes estadunidenes Eric Harris e Dylan Klebold. O massacre contabilizou 13 mortos e 21 feridos. O massacre ficou conhecido como “tiros em Columbine”.

Noruega, Oslo, julho 2011: predio no centro de Oslo foi alvo da explosao de um carro-bomba. Na sequencia, o autor da explosao dirigiu ate a ilha de Utoya, onde, vestido de policial, entrou sem problemas e pesadamente armado. Disparou inumeros tiros, ceifando dezenas de pessoas. O nome do autor ainda nao foi confirmado, mas sabe-se que eh um cidadao noruegues, 32 anos, nacionalista, cristao, conservador de extrema direita.

Esses casos tragicos mostram como a sociedade de um modo geral tem se deixado levar pelo preconceito, pelo racismo, pela xenofobia, ao generalizar os ataques terroristas e culpar de imediato os muculmanos. As pessoas nao buscam informacoes e destilam todo um rol de improperios pautados na mais profunda ignorancia e preconceitos. Sem qualquer reflexao, muitos jah estao (ou estavam) condenando os imigrantes, proferindo ideias do tipo “tem que fechar as portas por onde essas pessoas entraram”.

E culpar a TV, os jornais e as revistas soh mostra o quao facil eh se deixar manipular por toda sorte de informacoes que traduzem pensamentos eivados em preconceito, racismo, ignorancia, xenofobia, o que preferir.

E o triste episodio de Oslo esfrega isso na cara de todos que nao eh bem assim. De nada adianta “fechar as portas” se a arma serah engatilhada por alguem acima de qualquer suspeita: um filho da propria nacao que quer “fechar essas portas”.

O choque que agora muitas pessoas experimentam nao eh somente por conta da dimensao da tragedia. Ocorreu uma quebra de paradigma, o clichê do terrorista nao foi concretizado. Nao foi uma pessoa da religiao islamica, nao foi uma pessoa escura. Foi um homem branco e cristao. Nao mais que de repente, uma pessoa que representa os basicos elementos dos privilegios* (homem, branco cristao) materializa um atitude terrorista que eh naturalmente “esperada” pelas “minorias”.

Penso comigo: serao criadas agora regras mais rigidas para a imigracao de noruegueses a outros paises? Os Estados Unidos vao enviar tropas aa Noruega, para exterminar terroristas? As pessoas vao atravessar a rua quando notarem que um homem branco, loiro de olhos azuis estah vindo em sua direcao?

* a Lola tem um blog maravilhoso Escreva Lola Escreva“. Se vc quer entender mais a respeito dos privilegios, pode ler o post sobre o privilegio branco e o privilegio de ser homem no mundo desde muito tempo. Recomendo demais a leitura do bloguinho.

2 pensamentos sobre “Atentado Terrorista em Oslo e a quebra do clichê “terrorista”

  1. ainda nao li em lugar nenhum por aqui, mas ultra-direita, islamofóbico e “cristão-conservador” (essas características juntas e nao isoladas, claro) são substitutas para outra palavra. Ninguém fala porque nao quer acordar o monstro…
    Nao serei eu a fazer.

    Bjs!

  2. Docinha perfeito o seu post. Exatamente o que eu esperava ouvir de pessoas pensantes, que analisam, que não julgam e condenam baseados na desinformação.

    Ontem eu fiquei tão nervosa com o povo dizendo que “esse povo que agente não conhece, como iriamos saber que não foram eles” ou dizendo que esse foi um caso isolado, loucura. Não foi loucura, foi planejado e executado depois de 10 anos de pesquisa. Esse maluco tem contato com inumeras organizacoes xenofogas, racistas na Europa toda. Inclusive ele cita o partido PVV do maluco do Wilders aqui da Holanda.

    É a verdade que não é o que as pessoas querem ouvi. Agora os desinformados culpam os mulçumanos que vem “atormentando” os pobre europeus por anos a fio pelo ódio desse idiota.

    Beijao, adorei ter conhecido seu blog.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: