Exposição de Hitler em Berlim, Rede Globo, Ditadores e o Aniversário de Luiz Inácio Lula da Silva

Primeiro, sobre a Exposição “Hitler e os Alemães” – daqui – post publicado em 14 de outubro de 2010.

“A exposição “Hitler e os alemães”, inaugurada em Berlim no dia 15 de outubro, tenta compreender a relação entre o ditador e o seu povo. Para a imprensa local, o objetivo só foi parcialmente conseguido.

É a primeira exposição sobre Hitler organizada na Alemanha e está a dar brado. Inaugurada no dia 15 deste mês no Museu Histórico Alemão de Berlim, “Hitler e os alemães” apresenta várias centenas de objetos, fotografias e documentos que procuram explicar a relação entre o ditador nazi e o seu povo.

“É sobre nós ou sobre ele?”, interroga-se o Tagesspiegel. “Quem for à espera de análises psicológicas, abordagens biográficas, um modelo de explicação”, ou do retrato “de um monstro criminoso, um mito, um ícone pop ou um fantasma, sai desiludido”, considera o diário. Porque o que o visitante encontra é “um bom livro de história do nacional-socialismo”, uma maneira “de evitar a todo o custo a fixação diabolizada do pós-guerra”.

Por ora, isso basta.

O Portal da G1 – da RedeBobo de TV – já havia feito matéria para o portal no link aqui – e a matéria foi postada UM DIA ANTES DA ABERTURA DA EXPOSIÇÃO.

Ok…

13 dias depois… Dia 27 de Outubro de 2010

Exatamente às 21h05min a RedeBoboPlatinada apresentou, no JN, matéria sobre essa exposição.  Quem quiser pode assistir ao vídeo aqui – clica na figura que você vai até o vídeo

Frases que merecem atenção:

0:45 “(…) indignados com o tema que expõe como Hitler manipulava a opinião pública alemã (…)”

1:05 “(…) conseqüências do poder sem limites (…)”

1:12 “(…) para ligar as duas partes da exposição, foram deixadas frestas como esta aqui. O objetivo era mostrar que, mesmo nos tempos de Hitler, os cidadãos tinham condições de observar que acontecia nos bastidores do Poder.  Segundo os expositores, querer enxergar era uma questão de oportunidade… ou de vontade.”

1:37 “(…) O que mais me chamou a atenção foi a capacidade que ele teve de iludir o povo alemão com a idéia um futuro extremamente próspero e rico (…)”

E frisa-se bem a idéia de ditador. Antes das pedradas, que fique claro o fato inquestionável de que Hitler realmente foi um ditador.

A questão a ser analisada é o rol de entrelinhas, acerca de, por exemplo, essa matéria da exposição sobre Hitler ter vindo à pauta exatamente no dia 27 de outubro de 2010 – dia do aniversário do Presidente Lula. Afinal, segundo os reaças mais exaltados e direita em geral, ele mesmo personifica um ditador em pessoa.

Vide vídeo inocente da FalhadeSãoPaulo exibido, ohh, no intervalo do penúltimo debate entre os presidenciáveis, na RedeTV.

A Cristina, do Somos Andando, traduz bem direitinho o que percebi nas inocentes entrelinhas da apresentação da reportagem de Marcos Losekan sobre a exposição de Hitler apresentada HOJE, 27 de outubro de 2010.

“Até que a câmera vai abrindo e o rosto vai surgindo. Lula? Não, tem um bigodinho. Era Hitler. O responsável pela morte de 9 milhões de pessoas, pela maior carnificina da história, por um holocausto que se tornou um marco do preconceito.

No fim, só bem no fim, diz que é um comercial da Folha de S.Paulo.”

A propaganda é de 1987. Foi feita pela agência de publicidade W/Brasil, e bastante premiada. Por que reeditá-la agora? Não faz sentido… Ou faz?

Sem o contexto, o comercial é uma comparação velada. Evidentemente, não diz que o objetivo é comparar Lula a Hitler, mas o texto, o formato, o jeito de falar, tudo cai como uma luva para as intenções da oposição.

As pessoas não sabem os números exatos das realizações do governo. O vídeo diz que o desemprego diminuiu, o PIB e a renda per capita cresceram, que o lucro das empresas aumentou, reduziu a inflação… Tudo graças “àquele homem”. Quem poderia ser?

No fim, a voz diz que “é possível contar um monte de mentiras dizendo só a verdade”.

Além de relacionar a imagem de Lula à de Hitler, acaba também acusando o presidente de mentiroso.

Tudo isso que eu digo pode facilmente ser negado pelo jornal. Afinal, não há nada que explicite a comparação. Mas me sinto no direito de afirmar que ela está implícita, porque está de fato muito clara. E para quem lê jornal diariamente e vê o nível cada vez mais baixo da campanha e da cobertura, não é de estranhar.

“Por isso, é preciso tomar muito cuidado com a informação e o jornal que você recebe”, é a última frase. Concordo, é preciso. É preciso manter distância de jornais capazes de manipular dados para ajudar na campanha de um candidato, principalmente sem declarar apoio abertamente. É preciso não se deixar enganar por veículos que utilizam das mesmas artimanhas baixas dos candidatos que querem ver eleitos”

Não, eu não acredito em coincidências.
Por ora, apenas divago…

2 pensamentos sobre “Exposição de Hitler em Berlim, Rede Globo, Ditadores e o Aniversário de Luiz Inácio Lula da Silva

  1. Fui lendo seu post e pensando que ando curiosa para saber por que cargas d’água o Serra deu pra chamar a campanha do lula de nazista nos últimos dias.

    Rita

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: