Em defesa do Tiririca – fazendo coro com o Prof. Matheus

Educação política nada tem a ver com educação escolar ou técnica. Somos um país de milhões de analfabetos políticos (Brecht), inclusive portando diplomas de curso superior e não raras vezes de pós-graduação (mestrado e doutorado). Educação política é outra coisa e o povo brasileiro não vai ser ensinado a fazer política por nenhum professor (ou elite) que se acredite iluminado (a).
          Matheus Felipe de Castro
                          Justiça do Avesso

 

Meu queridíssimo Prof Matheus escreveu um post fantástico, em defesa do Sr Tiririca. O post está aqui.

Enfim… alguns brasileiros podem até estar indignados, como você menciona, mas, como Professor Matheus tão bem deixa claro “(…) 1.353.820 (um milhão, trezentos e cinquenta e três mil, oitocentos e vinte) eleitores que, bem ou mal, resolveram escolher o palhaço como seu representante em Brasília“.

Pode ser chato, mas um milhão, trezentos e cinquenta e três mil, oitocentos e vinte pessoas expressaram sua vontade de ver o Sr Tiririca no Congresso Nacional, isso feito dentro dos moldes do que prevê a lei e de modo democrático, esse um milhão e tantos mil assim quiseram.

Sim, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 14, § 4º prevê a inelegibilidade de inalistáveis e os analfabetos.

OK. Dentro dessa previsão legal, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) redigiu a Resolução 23.221/2010, que regulamentou TODO o procedimento de escolha e registro dos candidatos às Eleições 2010.

Pois bem, contemplando a previsão constitucional supracitada, a referida Resolução previu, em seu art. 26, inciso IV (dentro do rol de documentos hábeis para o registro de candidatura), a apresentação de comprovante de escolaridade.

OK. Na seqüência de leitura do referido art. 26, o § 7º prevê taxativamente que as condições de elegibilidade e as causas de inelegibilidade devem ser aferidas no momento da formalização do pedido de registro da candidatura (Lei nº 9.504/97, art. 11, § 10). Na contiuidade, o § 9º do mesmo artigo, determina que “A ausência do comprovante de escolaridade a que se refere o inciso IV do caput poderá ser suprida por declaração de próprio punho, podendo a exigência de alfabetização do candidato ser aferida por outros meios, desde que individual e reservadamente“.

Posto isso, vale informar que foi esse o documento pessoal e de próprio punho que foi apresentado pelo Sr Tiririca quando do registro de sua candidatura. E mais, seria plenamente jurídico o indeferimento do registro da candidatura no momento que esse registro foi proposto. Nenhum óbice foi colocado. Vale lembrar ainda que se ele tiver que fazer prova da não-analfabetismo, a mesma deverá se restringir à própria exigência para registro de candidatura, conforme já mencionado. Além disso, cabe ainda questionar amplamente a suposta análise técnica feita do documento apresentado pelo Sr Tiririca, análise essa que levantou a suposta inelegibilidade.

Infelizmente, deve soar muito chato para as grandes elites oligárquicas brasileiras a ascenção do “Palhaço Tiririca”, ascenção essa que nada mais é do que um tapa na cara dos déspotas, pois cospe na cara dos poderosos a sua incompetência com a res publica, escarra na cara de todos a corrupção, os despreparo dos diplomados em usar do cargo para fazer justiça social“.

Por isso, lamento informar mas, por mais que alguns brasileiros e brasileiras estejam indignados, é salutar relembrar que, querendo ou não, Tiririca foi eleito de forma legitima e democrática. E faço minhas as palavras do Prof. Fulvio StadlerPois é, temo que o correto seja dar direito a eleger coronéis do Maranhão, da Bahia, como seus filhos e netos de mesmo nome, ostentando seus ternos armani e seus relógios mont blanc, comprados com o desvio de verbas públicas que salvaria a vida dos nordestinos e de tantos outros descamisados deste país de palhaços“.

10 pensamentos sobre “Em defesa do Tiririca – fazendo coro com o Prof. Matheus

  1. Eu não vou discordar de vc nem do Prof, até pq, numa democracia qualquer um alfabetizado pode se candidatar. Daí a se eleger é outro parâmetro.
    Minha “revolta” estar em saber que o brasileiro é vítima dessa “democracia”. Além do Tiririca, Mulher Pera, Netinho, Bebeto, Romário… o que sobra?
    Como brasileiro não tem consciência política, não sabe acessar o site da transparencia.org, não segue a história e os projetos de seus candidatos, fica a opção de votar no mais popular. e o mais popular é sempre o palhaço, o que faz rir. Pq essa política de “pão e circo” todo mundo conhece.
    Usar o voto com descaso não é meio para querer ter um país melhor… (E a Rosane Sarney foi eleita de novo no MA)
    E pior do que está, pode ficar sim. rsrs

    Bjs!

    • Eve querida!
      Concordo contigo. O fato de a Roseana estar DE NOVO no governo do Maranhão me dá 5500 tipos de arrepio-dor-de-barriga. Não entedo como é que ela está SEMPRE no governo de lá. O que consola um pouco é que, igual ao imortal cacique baiano ACM, ela não vai ficar pra semente, mas até lá…. beijukka, bonita!

  2. Pois é, minha cara… Um convite à reflexão. Mesmo que desproporcionalmente, é quase o mesmo preconceito de classe que as elites tem com o Lula. Agora, eleger essa podridão que assola nosso Senado e Congresso (ainda bem que esse ano PARECEque melhorou um pouco) não tem problema, né… Pensando bem, qual a diferença entre o Tiririca e o Marco Maciel, o Collor, a dinastia Sarney, aquela Rita Camata? Ah, sim, esses últimos palhaços não conseguiram NEM o voto do povão burro. Bem feito.

    beijo

    • Meingott!
      Falou bem: dinastia SARNEY! O que é AQUILO??? Aquela Roseana está há 5500 anos no Maranhão que HOJE é um dos Estados mais pobres do Brasil. Ah! Maranhão ERA o estado mais pobre do Brasil até o ano passado. Mas, segundo o IPEA – Instituto de Pesquisas Aplicadas – graças ao “condenável” Bolsa-Família, o Maranhão passou da primeira colocação para… a segunda colocação. Hoje o estado mais pobre do Brasil é Alagoas e, oh, coincidência, reduto de outra dinastia – a do Collor. Dureza!

  3. Olá. É primeira vez que passo por aqui e já vou deixar um comentário hehe. Concordo mais ou menos com o que o professor falou. Concordo com a parte da oligarquia que domina o poder e só age em defesa própria. Concordo que educação formal não tem nada a ver com ser politizado. Concordo que existe muito preconceito de classe. Agora não concordo que a eleição do Tiririca tenha sido um “tapa na cara dos déspotas”. O Tiririca foi usado pelos déspotas, no caso o pessoal do PR . É um partido pequeno que nasceu da fusão do PL e PRONA, aquele do Enéééas. Eles pegaram uma figura famosa pra dar muitos votos. No fim das contas, pelo critério de proporcionalidade, o Tiririca elegeu o Valdemar da Costa Neto, aquele do mensalão. Não que outros envolvidos no mensalão não tenham sido reeleitos. Só não diria que o Tiririca foi um “tapa na cara dos déspostas”, ele foi usado por essa corja. Abraço!

    • Thanks for the comment, Carlos.
      Então… sob uma certa otica ele até pode ter sido usado, mas que sem dúvida gerou mais desconforto na maior parte das elites e classe-média generalizada, não podemos nos excusar de perceber tal!
      Da mesma forma como minha amigona Camila também mencionou o fator re-eletivo e repetitivo de certos nomes no cenário político nacional que esperavam votos… e esperavam sentados, porque em pé cansa!
      A eleição do Tiririca incomodou sim esses nomes que acreditavam ter uma tradição e de repente, cadê os votos deles?

  4. Não, o Valdemar não foi pelo Tiririca, foi o delegado Protógenes, aquele que prendeu o banqueiro Daniel Dantas e que o presidente do STF Gilmar Mendes libertou nas duas vezes que foi preso.

  5. Jux
    Thanks for your visit to my blog and your support.
    I never thought blogging can connect people who never met but I can see it’s great influence. You are wonderful person. I can feel that.
    Hope you are having a great time in southern sky and return to your homeland with a great joy. I didn’t get a chance to see the northern part of Germany and the North sea but I will someday. Have a fabulous day!

    • Darling!!!
      What a wonderful surprise on my rainny thursday!
      Blogging is such amazing bridge between people that share so many special things and you are the perfect exemple of that – ocean and land are between us, but when I visit you “virtual kitchen”, I feel like really being there, having a happy chat, sharing coffee, cookies and life stories.

      I admire your kindness on sharing endless precious recipes, and being so caring about your readers and posting everything step by step.

      Unfortunatelly, since this trip here is based on business at all, I have few time to enjoy some knitting and cooking – at least I try some cooking challenges when I visit my family-headquarter (as I told you about the chicken and tofu paties). They live not very far from where I am right now.

      Yes, very soon I’ll flying home, to my homeland, to the one I love and I care so much for. Once I’m there, I’ll have the best inspiration ever to make some recipes – he is the greatest motivation of all.

      Have a beautiful gorgeous day and welcome in to my life!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: