E no dia da Consciência Negra…

Dia da Consciência Negra ainda gera algum desconforto.

Ouso dizer que o incômodo pouco tem a ver com a idéia de tal data se tornar feriado ou mesmo ser vivenciada não está encerrado na questão capitalista que engloba a inclusão de mais um feirado ao calendário.

A questão que incomoda é por se tratar de uma reflexão consciente sobre a situação dos negros e afrodescendentes no Brasil. Discutir esse assunto gera desconforto porque a maioria esmagadora das pessoas insiste no discursso de que não existe racismo no Brasil.

Olhares feios quando se fala em cotas para afrodescendentes e negros nas universidades públicas.

Incômodo generalizado ao discutir e criticar uma cena de novela (plimplim) marcantemente racista.

Apesar de não parecer, o debate ainda engatinha…

enquanto isso, do outro lado do mundo… 

Mulher é apedrejada até a morte na Somália

Um juiz de um grupo militante islâmico da Somália afirmou que uma mulher foi apedrejada até a morte por ter um relacionamento extraconjugal. O namorado dela recebeu cem chibatadas pela mesma infração, segundo ele. O xeque Ibrahim Abdirahman, juiz do grupo al-Shabab, disse que a mulher foi morta na terça-feira, em frente a uma multidão de aproximadamente 200 pessoas, perto da cidade de Wajid. Abdirahman afirmou que a vítima, de 20 anos, teve um caso com um homem solteiro de 29 anos e deu à luz um bebê que já nasceu morto.

Os militantes controlam boa parte do sul somali e têm vínculos com a Al-Qaeda. Eles instituíram uma versão conservadora da lei islâmica na região. Este foi pelo menos o quarto apedrejamento até a morte por adultério na Somália no último ano. Foi a segunda vez que uma mulher foi morta por esse motivo, no mesmo período.

(fonte Yahoo!)

Um pensamento sobre “E no dia da Consciência Negra…

  1. Jux… cada coisa que a gente toma conhecimento do que acontece às mulheres ao redor do mundo…doi mesmo. Temos grupos que trabalham com as mulheres muçulmanas…eu tenho amigos muçulmanos, mas confesso que eu teria receio de morar por lá, mesmo a trabalho, viu. vc já leu livros sobre o assunto? Eu li um que me arrancava lágrimas… de tão tensa a situação.

    Parabéns pelo texto, viu!

    Fer

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: